Que a Minha Estrela Brilhe Para Mim...

Que a Minha Estrela Brilhe Para Mim...
Mesmo Que Seja Apenas Aqui!

26 de março de 2013

"O Mesmo Coração que Nasci"

 

******************************************************
Ai se eu nascesse num outro ventre, com outro viver,
Que fosse muito mais que sofrer…
Para além da realidade e da filosofia;
Ai se eu nascesse numa outra passagem,
E fizesse desta minha viagem…
Utilidade á minha sabedoria.
 Ai se eu conseguisse inverter o sacrifício,
Que faz às vezes parecer da vida num precipício…
Quando algo não faz mais sentido;
Ai se eu conseguisse ter a força da natureza…
 E tivesse segurança e a certeza,
De tudo o que me é desconhecido.
Ai se eu vencesse tudo o que parece um “abismo”,
E vencesse o sacrifício do meu (nome de batismo… /Goreti)
De tudo aquilo que eu ainda pudesse mudar;
 Ai se eu vencesse a ignorância e a ilusão,
De tudo aquilo que parece não ter mais solução…
E fazia da realidade, bem mais que um sonho a realizar.
Ai se eu me fizesse com coragem de sair deste “deserto”,
Poder adivinhar o sentimento certo…
Como a certeza do meu amor;
Ai se eu me fizesse sair deste “castigo”,
Que é o meu porto de abrigo…
O meu coração sonhador.
Ai se eu pudesse sair deste “labirinto”,
Decifrar tudo o que eu sinto…
Revelar tudo de mim;
Ai se eu pudesse sair desta montanha,
Que me revolta e me “acanha”…
Por não saber qual o meu fim.
Ai se eu até morresse de felicidade,
E matasse em mim a saudade…
Dos bons momentos que vivi;
Ai se até morresse e voltasse de novo á vida,
Curada da minha alma ferida…
Mas com o mesmo coração que nasci.
********************************
(25/03/13)
Autoria:
 
Goreti Martins