Que a Minha Estrela Brilhe Para Mim...

Que a Minha Estrela Brilhe Para Mim...
Mesmo Que Seja Apenas Aqui!

7 de julho de 2016

"Afeto Dedicado"

"Afeto dedicado"

************************
 Como eu queria,
esquecer certas pessoas
Poder "mata-las"
dentro do meu coração,
Mas cada vez que recordo
de certas lembranças boas
Volta de novo
essa minha indecisão.
Nunca gostei
de amar pela metade
E o que dói mais
 é ter a certeza
 do incerto,
Eu queria poder
 estar longe
sem ter saudade
Porque faz doer,
 Sentir querer estar perto.
E quando o meu coração
me faz escrever
Talvez seja
a minha alma a chorar,
Porque eu tenho
 muito vontade de dizer
Certas verdades
que estou evitando falar.
É muito difícil
 aceitar injustiça
e ingratidão
De certas pessoas
 que nunca mereceram
o melhor de mim,
Meu erro foi
nunca ter a coragem
 de “lhes” dizer um NÃO
Para elas sentirem,
 como eu me sinto assim.
Assim como
 sempre acreditei no amor
Acreditava muito mais
 na amizade,
São poucas as pessoas
 que dão o mesmo valor
Aos afetos sentidos
 pela mesma sinceridade.
Eu nunca soube controlar
 os meus sentimentos
Eu sou do tipo,
que me apego demais,
Nunca fui uma pessoa
de fingimentos
E os meus sentimentos
 são espontâneos e reais.
Eu menosprezo
 as manias de grandeza
e os gestos por conveniências,
Certas pessoas,
são como são, por natureza
Quando se sentem bem,
vivendo de aparências.
Seja por quem for,
 não corro atrás de ninguém
Aceito de coração,
quando alguém quer estar
 ao meu lado,
Eu só darei
a mesma importância a alguém
A quem oferecer de si mesmo/a,
o seu afeto dedicado.
*************************
(07/07/ 16)

Aut: *Goreti Martins*

2 comentários:

Antonio Batalha disse...

Seja bem.vinda, gostei muito do seu poema.Boa semana.Bjinho.

Goreti Martins disse...

OLÁ. OBRIGADA! Bjs.